Germinação e qualidade sanitária de sementes de mucuna branca e preta utilizadas como adubo verde em Quevedo, Equador

Felipe Garcés Fiallos, Washington Mora Silva, Oscar Prieto Benavides

Resumen


O objetivo foi avaliar a qualidade sanitária e germinação de sementes de mucuna (Stizolobium spp.) branca e preta utilizadas como adubo verde em Quevedo, Equador. O experimento foi realizado no Laboratório de Microbiologia Ambiental e Vegetal da Universidade Técnica Estatal de Quevedo-UTEQ. As sementes de mucuna branca e preta foram provenientes do campo experimental La María na safra 2010. O trabalho foi composto de dois tratamentos para cada tipo de semente de mucuna (branca e preta), totalizando quatro. Em cada placa de Petri foram plaqueadas cinco (5) sementes, sendo dez (10) placas por cada tratamento, totalizando 50 em cada. Transferiu-se para uma câmara de crescimento (incubadora) com controle de temperatura de 25 ºC ±2 sem fotoperíodo. Foi avaliada a qualidade fisiológica (germinação aos seis dias e taxa (r) de crescimento da radícula) e sanitária (incidência de patógenos) das sementes. A germinação esteve entre 68 (meio de cultura BDA) e 40% (papel filtro) para mucuna branca, entre tanto, para mucuna preta, as mesmas ficaram entre 70 (meio de cultura BDA) e 34% (papel filtro). Os patógenos encontrados em sementes de mucuna branca e preta, foram os fungos Fusarium sp., Aspergillus sp., Penicillum sp., assim como uma bactéria não identificada, com médias de 10, 29, 30 e 33% de incidência, respectivamente.


Palabras clave


Stizolobium spp., qualidade fisiologia, sanidade, patógenos, incidência.

Texto completo:

PDF

Referencias


Abud, H. F.; Reis, R. G. E.; Teófilo, E. M. 2009. Caracterização morfológica de frutos, sementes, plântulas e germinação de Mucuna aterrima Piper & Tracy. Revista Ciência Agronômica 40(4): 563-569.

Amado, T. J. C.; Bayer, C.; Eltz, F. L. F.; Brum, A. C. R. 2001. Potencial de culturas de cobertura em acumular carbono e nitrogênio no solo no plantio direto e a melhoria da qualidade ambiental. Revista Brasileira de Ciência do Solo 25(1): 189-197.

Andrade, N. C.; Ponte, J. J. 1999. Efeito do sistema de plantio em camalhões e do consórcio com Crotalaria spectabilis no controle de Meloidogyne incognita em quiabeiro. Nematologia Brasileira 23: 11-16.

Auccetti-Maeda, J. A.; Lago, A.A. do. 1986. Germinação de sementes de mucuna-preta após os tratamentos para superação da impermeabilidade do tegumento. Revista Brasileira de Sementes 8(1): 79-84.

Brand, S. C.; Antonello, L. M.; Brião-Muniz, M. F.; Blume, E.; Santos, V. J. dos.; Silveira-Reiniger, L. R. 2009. Qualidade sanitária e fisiológica de sementes de soja submetidas a tratamento com bioprotetor e fungicida. Revista Brasileira de Sementes 31(4): 87-94.

Bringel, J. M. M.; Silva, G. S. 2000. Efeito antagônico de algumas espécies de plantas a Helicotylenchus multicinctus. Nematologia Brasileira 24: 179-181.

Bruno, R. de L. A.; Alves de Azerêdo, G.; Queiroga, B. de P.; Araújo, E.; Diniz, E. 2000. Qualidade fisiológica e micoflora de sementes de amendoim cv. BR-1 durante o armazenamento. Revista de Oleaginosas e Fibrosas 4(3): 141-152.

Calegari, A. 2008. Plantas de cobertura e rotação de culturas no sistema plantio direto. Informações Agronómicas 122: 18-21.

Canteri, M. G.; Althaus, R. A.; Virgens Filho, J. S.; Giglioti, E. A.; Godoy, C. V. 2001. SASM - Agri : Sistema para análise e separação de médias em experimentos agrícolas pelos métodos Scoft - Knott, Tukey e Duncan. Revista Brasileira de Agrocomputação 1(2): 18-24.

Choudhury, M. M. 1987. Testes de sanidade de sementes de caupi. Em: Soave, Y.; Wetzel, M. M. V. da S. Patologia de Sementes. p. 371-385. Fundação Cargill, Campinas, Brasil.

Danelli A.L.; Garcés, F.R.; Tonin, R.B.; Forcelini, C.A. 2011. Qualidade sanitária e fisiológica de sementes de soja em função do tratamento químico de sementes e foliar no campo. Ciencia y Tecnología 4(2): 29-37.

Danelli A.L.; Viana, D.; Garcés, F.R. 2012. Fungos patogênicos detectados em sementes de trigo de ciclo precoce e médio, produzidas em três lugares do Rio Grande do Sul, Brasil. Scientia Agropecuária 3(1). (no prelo).

Dhingra, O.D.; Muchovej, J. J.; Filho, J. da C. 1980. Tratamentos de sementes (controle de patógenos). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil. 121 p.

Dias, D. C. F. S.; Ferraz de Toledo, F. 1993. Germinação e incidência de fungos em testes com sementes de Brachiaria decumbens Stapf. Revista Brasileira de Sementes, 15(1): 81-86.

Fernandes, C. D.; Marchi, C. E.; Jerba, V. de F.; Borges, M. de F. 2005. Patógenos associados às sementes de forrageiras tropicais e estratégias de controle. Em: Zambolim, L. Sementes. Qualidade fitossanitária. p. 183-213. Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil.

França-Neto, J. B. 2009. Evolução do conceito de qualidade de sementes. Informativo ABRATES 19(2): 76-80.

Francisco, F. G.; Usberti, R. 2008. Seed health of common bean stored at constant moisture and temperature. Scientia Agricola 65(6): 613-619.

Gagliardi, B.; Carbalho, T. C. de.; Pupim, T. L., Gomes-Junior, F. G.; Silva-Timóteo, T.; Kobori, N. N.; Duarte-Moraes, M.H.; Machado-Menten, J.O. 2009. Efeito de fungicidas para o controle da ferrugem asiática na qualidade de sementes de soja. Revista Brasileira de Sementes 31(4): 120-125.

García-Junior, D.; Vechiato, M.H.; Menten, J.O.M. 2008. Efeito de fungicidas no controle de Fusarium graminearum, germinação, emergência e altura de plântulas em sementes de trigo. Summa Phytopathologica 34(3): 280-283.

García, L. F. 2002. Introdução e avaliação de leguminosas para adubação verde em solos arenosos de tabuleiros costeiros do Piauí. Facultad de Agronomía, 28:93-103.

González, B.O.; Diaz, G.C. 2008. Análisis económico y producción del maíz (Zea mays L.) asociado con mucuna (Stizolobium aterrimum) en siembra directa y dos sistemas de fertilización nitrogenada. Ciencia y Tecnología 1(1): 37-41.

Goulart, A.C.P.; Paiva, F.A.; Andrade, P.J.M. 1995. Qualidade sanitária de sementes de soja (Glycine max (L.) Merrill) produzidas no Mato Grosso do Sul. Revista Brasileira de Sementes 17(1): 42-46.

Kamel, T.O.; Carvalho, G.J.; Souza, R.N.M. 2002. Plantas de cobertura e seus efeitos sobre o feijoeiro em plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira 37(8): 1079-1087.

Lobo, S.V.L. 2008. Efeito do tratamento químico de sementes de arroz no controle da brusone nas folhas e na qualidade sanitária e fisiológica de sementes. Tropical Plant Pathology 33 (2): 162-166.

Lucca-Filho, O.A. 1995. Curso de Tecnologia de Sementes. Brasília: ABEAS. 53 p.

Machado, J. da C. 2000. Tratamento de sementes no controle de doenças. Universidade Federal de Lavras, Lavras, Brasil. 138 p.

MAPA-Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2009. Regras para análise de sementes. MAPA, Brasília. 399 p.

Mathews, Ch. 1998. The introduction and establishment of a new leguminous cover crop, Mucuna bracteata under oil palm in Malaysia. Planter 74(868): 359-368.

Menten, J. O. M. 1995. Patógenos em Sementes: detecção, danos e controle químico. CibaAgro, São Paulo, Brasil. 321 p.

Mertz, L. M.; Henning, F. A.; Souza Maia, D. M.; Meneghello, G. E.; Henriques, A.; Madail, R. 2007. Qualidade fisiológica e sanitária de sementes de feijão-miúdo beneficiadas em mesa gravitacional. Revista Brasileira de Sementes 29(3): 01-08.

Moraes, M. H. D. 1995. Testes de sanidade de sementes em rotina no Brasil: situação atual, contribuições e perspectivas. Em: Menten, J. O. M. Patógenos em Sementes: detecção, danos e controle químico. P. 35-51. 2da. Ed. Vol. 1. Ciba Agro, São Paulo, Brasil.

Moraes, S. R. G.; Campos, V. P.; Pozza, E. A.; Fontanetti, A.; Carvalho, G.J.; Maximiniano, C. 2006. Influência de leguminosas no controle de fitonematóides em cultivo orgânico de alface americana e repolho. Fitopatologia Brasileira 31: 188-191.

Nakagawa, J.; Cavariani, C.; Zucareli, C. 2005. Maturação, formas de secagem e qualidade fisiológica de sementes de mucuna-preta. Revista Brasileira de Sementes 27(1): 45-53.

Neergaard, P. 1977. Seed Pathology. Vol. 2. McMillan Press, London, United Kingdom. 1191 p.

Nimer, R.; Nilton-Loureiro, N. M. de C.; Perecin, D. 1983. Influência de alguns fatores da planta sobre o grau de dormência em sementes de mucuna preta. Revista Brasileira de Sementes 5(2): 111-119.

Popinigis, F. 1977. Fisiologia da Semente. AGIPLAN, Brasília, Brasil. 289 p.

Ribas, R. G. T.; Junqueira, R. M.; Oliveira, F. L.; Guerra, J. G. M.; Almeida, D. L.; Ribeiro, R. L. D. 2002. Adubação verde na forma de consórcio no cultivo do quiabeiro sob manejo orgânico. Comunicado Técnico 54. 4 p.

SAS/STAT® Versão 9.0 do sistema SAS para Windows, copyright 2002 SAS Institute Inc., Cary, NC, USA.

Wutke, E. B.; Ambrosano, E. J.; Fernandes-Razera, L.; Medina, P. F.; Carvalho, L. E.; Kukuti, H. 2007. Bancos comunitários de sementes de adubos verdes: informações técnicas. Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Brasilia. 52 p.

Yorinori, J. T. 1982. Doenças da soja causadas por fungos. Informe Agropecuário. 8: 40-46.


* Autor para correspondencia.

E-mail: felipegarces23@yahoo.com.ec (VF. Garcés).


Recibido 01 febrero 2011.

Aceptado 17 marzo 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu.2012.01.02

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Indizada o resumida en:

           

  

      

            

    

     

   

                             

 

Licencia de Creative Commons Scientia Agropecuaria revista de la Universidad Nacional de Trujillo publica sus contenidos bajo licencia Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 3.0.

ISSN: 2306-6741 (electrónico); 2077-9917 (impreso)
DOIhttp://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu

Dirección: Av Juan Pablo II s/n. Ciudad Universitaria. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Universidad Nacional de Trujillo. Trujillo, Perú.
Contactosci.agropecu@unitru.edu.pe