Porcentagem de sacarose aparente e potencial produtivo de açúcar em cultivares de cana

Hélio Francisco Da Silva Neto, Fernando Abackerli De Pauli, Luiz Carlos Tasso Junior, Marcos Omir Marques

Resumen


A porcentagem de sacarose aparente POL consiste em importante variável para a determinação da produção açucareira, sendo que o seu valor é distinto em diferentes cultivares, partes da planta e épocas de crescimento. O trabalho teve como objetivo comparar os valores da POL e estimar o potencial produtivo de açúcar do caldo extraído de nós e entrenós de cultivares de cana-de-açúcar ao longo do ano agrícola 2010/2011. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x2x6, com quatro repetições. Os tratamentos principais foram os cultivares de cana-de-açúcar, os tratamentos secundários as duas partes do colmo de cana e o terceiro as épocas de análises distribuídas ao longo da safra. Os cultivares SP81-3250 e RB72454 apresentaram os maiores valores de POL. De modo contrário, o RB867515 obteve resultados menos satisfatórios, apresentando menor valor da POL durante todo o período estudado, e nas duas partes do colmo. O entrenó obteve maior POL, e apresentou maior potencial de produção de açúcar quando comparado à parte do colmo representada pelo nó. Os valores de POL e o potencial produtivo de açúcar, obtidos por ambas as partes do colmo, foram crescentes ao longo da safra, e coincidiram com a época de colheita recomendada para estes cultivares. Entretanto, foi neste período que ocorreu a maior diferença entre as partes do colmo, indicando a necessidade de um melhor aproveitamento do entrenó.


Palabras clave


matéria-prima, entrenó, sacarose, variedades

Texto completo:

PDF HTML

Referencias


Branco, R.V.; Silva-Neto, H. F.; Silva J. D.R.; Marques, M.O. 2010. Variáveis tecnológicas de nós e entrenós de cana-de-açúcar (cultivares IACSP94-2101, IACSP93-3046 e IACSP94-4004). p. 1-4. In: SICUSP, 18. Piracicaba/SP Brasil.

CONSECANA-SP - Conselho dos produtores de cana-de-açúcar, açúcar e álcool do Estado de São Paulo. 2006. Manual de Instruções. Piracicaba: CONSECANA. 112p.

Dinardo-Miranda, L.L.; Vasconcelos, A.C.M De; Landell, M.G.A. 2008. Cana-de áçúcar. Campinas: Instituto Agronômico. 882p.

EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. 1999. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Embrapa. 412p.

Feliciano, R.F. 2009. Estudo comparativo entre cultivares de cana-de-açúcar em relação a conceitos de produção e margens de contribuição. Trabalho de Graduação (Engenharia Agronômica). FCAV/UNESP. Jaboticabal/SP, Brasil 104p.

Homem, R.F.M.; Silva-Neto, H.F.; Tasso-Júnior, L.C.; Marques, M.O. 2009. Açúcar total recuperável e produtividade de sacarose por cultivares de cana-de-açúcar. p.1-4. In: Congresso de Iniciação Cientifica da UNESP, 21. Jaboticabal/SP. Brasil. Editora, Jaboticabal/SP, Brasil.

Lane, H.; Eynon, L. 1923. Determination of reducing sugar by means of Fehling's solution with methylene blue as internal indicator. Journal of the Society of Chemistry Industry 42(1):.32-37.

Marques M.O.; Mutton, M.A.; Nogueira, T.A.R.; Tasso-Júnior, L.C.; Nogueira, G.A.; Bernardi, J.H. 2008. Tecnologias na Agroindústria Canavieira. FCAV. Jaboticabal/SP. 319p.

Ripoli, T.C.C.; Ripoli, M.L.C. 2004. Biomassa de cana-de-açúcar: colheita, energia e ambiente. Barros & Marques Ed. Eletrônica. Piracicaba. 302 p.

Segato, S.V. 2006. Atualização em produção de cana-de-açúcar. Piracicaba: CP., 415p.

Silva-Neto, H.F.; Tasso-Junior, L.C.; Silva, J.D.R.; Marques, D.; Marques, M.O. 2010. Nós e entrenós de cana de açúcar armazenados por 168 horas. p.1-4. In: Congresso Latinoamericano y del Caribe de Ingenieria Agricola, 9 (CLIA) – Congresso Brasileiro De Engenharia Agricola, 39 (CONBEA). Vitoria/ES. Brasil. 25 a 29 de julho 2010. Vitória/ES, Brasil.

Silva-Neto, H.F.; Marques, M.O.; Da Silva, J.D.R.; Tasso-Júnior, L.C. 2011. Limitações e avanços tecnológicos na indústria da cana-de-açúcar. Disponível em: Acesso em: 28 de março de 2013.


* Autor para correspondencia.

E-mail: fernando_abackerli@hotmail.com (F. De Pauli).


Recibido 13 junio 2013.

Aceptado 17 marzo 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu.2014.01.06

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Indizada o resumida en:

           

  

      

            

    

     

   

                             

 

Scientia Agropecuria fue admitida en SCOPUS en noviembre 2019, por lo que los contenidos publicados a partir del 2019 en adelante, serán indizados en esta base de datos. 

 

Licencia de Creative Commons Scientia Agropecuaria, revista de la Universidad Nacional de Trujillo, publica sus contenidos bajo licencia Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 3.0.

ISSN: 2306-6741 (electrónico); 2077-9917 (impreso)
DOIhttp://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu

Dirección: Av Juan Pablo II s/n. Ciudad Universitaria. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Universidad Nacional de Trujillo. Trujillo, Perú.
Contactosci.agropecu@unitru.edu.pe