Etiologia e intensidade de manchas foliares em cultivares de trigo em três locais do Rio Grande do Sul, Brasil

Anderson Luiz Durante Danelli, Erlei Melo Reis, Felipe Rafael Garcés Fiallos

Resumen


O presente trabalho teve por objetivo identificar e quantificar os fungos agentes causais de manchas foliares, além de comparar diferentes critérios fitopatométricos. Os experimentos foram realizados com 20 cultivares de ciclo médio nos municípios de Passo Fundo, Santo Augusto e Vacaria, com três repetições cada, em blocos inteiramente casualizados. A avaliação da incidência foi realizada após a coleta das folhas, na floração, através do exame visual de 20 folhas por amostra. A severidade foi estimada pela percentagem da área foliar doente, e o número de lesões foi avaliado pela quantificação de lesões por folha. Para a identificação dos agentes causais das manchas foliares, vinte cinco discos de cada amostra foram submetidos à câmara úmida. Após três dias avaliou-se a incidência em lupa e no microscópio óptico. As médias obtidas de incidência, número de lesões e severidade foram submetidos à análise de variância e comparados pelo teste de Tukey a um nível de significação de 5%. A severidade em porcentagem e o número de lesões foram os critérios fitopatométricos mais eficientes para avaliar as enfermidades foliares causadas por fungos, predominando Bipolaris sorokiniana, Drechslera siccans, D. tritici-repentis e Stagonospora nodorum. As cultivares que apresentaram as maiores percentagens de incidência não foram as mesmas que apresentaram o maior número de lesões e severidade. Registra-se o aparecimento D. siccans e o ressurgimento de S. nodorum.


Palabras clave


Triticum aestivum, Bipolaris sorokiniana, Drechslera siccans, D. tritici-repentis, Stagonospora nodorum.

Texto completo:

PDF

Referencias


Barcellos, A.L. 1982. As ferrugens do trigo no Brasil. In: Fundação Cargill. Trigo no Brasil. Campinas, Brasil. Cap. 10, vol. 2, p. 345-419.

Balardin, R.S. 2001. Eficiência de metconazole, Stratego, PE 11200, Artea, Foliur 200 CE, Propiconazole + Tebuconazole 250 CE, Horizon, JAU 6476 250 CE no controle de mancha na folha na cultivar BR 16 de trigo (Triticum aestivum). XXXIII Reunião da Comissão Sul-Brasileira de Pesquisa do Trigo. Atas e Resumos. Passo Fundo, RS, Brasil. p. 118.

Berger, R.D.; Bergamin Filho, A.; Amorim, L. 1997. Lesion expansion as an epidemic component. Phytopathology 87: 1005-1013.

Casa, R.T.; Hoffmann, L.L.; Panisson, E.; Mendes, C.C.; Reis, E.M. 2002. Sensibilidade de Blumeria graminis f.sp. tritici a alguns fungicidas. Fitopatologia Brasileira 27: 626-630.

CSBPT - Comissão Sul - Brasileira de Pesquisa de Trigo. 2006. Indicações técnicas para a cultura do trigo. Passo Fundo, RS: Reunião da Comissão Sul-Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale. EMBRAPA, Passo Fundo, RS, Brasil. 114 p.

Garcés, F.R.; Boller, W.; Durao, C.F.; Ferreira, M. C. 2010. Evaluación de fungicidas en el control de enfermedades de órganos aéreos en función de diferentes boquillas de pulverización en el cultivo de trigo. Tropical Plant Pathology 35(Suplemento): S89.

Garcés, F.R.; Deuner, E.; Nicolini, F.; Tonin, R.B.; Danelli, A.L.D. 2010. Efeito de fungicidas e pontas de pulverização no rendimento na cultura de trigo no Planalto médio do RS. Tropical Plant Pathology 35(Suplemento): S279.

Johnson, R.; Taylor, A.J. 1976. Spore yield of pathogens in investigations of the racespecificity of host resistance. Annual Review Phytopatology 14: 97-119.

Kuhnem, J. P. R.; Casa, R. T.; Rizzi, F. P.; Moreira, E. N.; Bogo, A. 2009. Desempenho de fungicidas no controle de doenças foliares em trigo. Ciências Agroveterinárias 8(1): 35-42.

Large, E.C. 1954. Growth stages in cereals. Plant Pathology 3: 128-129.

Luo,Y.; Zeng, S.M. 1995. Simulation studies on epidemics of wheat stripe rust (Puccinia striiformis) on slow-rusting cultivars and analysis of effects of resistance components. Plant Pathology 44: 340-349.

Mehta, Y.R. 1993. Manejo Integrado de Enfermedades del Trigo. Centro de Investigación Agrícola Tropical (CIAT), Santa Cruz de la Sierra, Bolivia. 314 p.

Nutter, F.W.; Teng, S.P.; Royer, M.M. 1993. Terms and concepts for yield, crop, and disease thresholds. Plant Disease 77: 211-215.

Prates, L.G.; Fernandes, J.M.C. 2001. Avaliando a taxa de expansão de lesões de Bipolaris sorokiniana em trigo. Fitopatologia Brasileira 26: 185-191.

Picinini, E.C.; Fernandes, J.M.C.; Ignaczack, J.C.; Ambrosi, I. 1996. Impacto econômico do uso do fungicida propiconazole na cultura do trigo (Triticum aestivum). Fitopatologia Brasileira 21: 362-368.

Rees, R.G.; Platz, G.J. 1983. Effects of yellow spot on wheat: comparison of epidemics at different stages of crop development. Australian Journal of Agricultural Research 34: 39-46.

Reis, E.M.; Casa, R.T. 2005. Doenças do Trigo. In: Kimati, H.; Amorim, L; Rezende, J.A.M.; Bergamin Filho, A.; Camargo, L.E.A. Manual de Fitopatologia. Vol. 2, 4ta. Edição. p. 631-638.

Tonin, R.F.B.; Reis, E.M. 2009. Ocorrência de Dreschlera. spp. em folhas de trigo (Triticum aestivum) na safra 2008. In: III Reunião Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale. Veranópolis, RS, Brasil. CD-ROM.

Tonin, R.B.; Reis, E.M.; Avozani, A.; Nicolini, F.; Garcés, F.R.; Danelli, A.L.D. 2010. Quantificação da incidência de Drechslera spp. em folhas de trigo (Triticum aestivum) na safra agrícola de 2009. Tropical Plant Pathology 35(Suplemento): S139.


* Autor para correspondencia.

E-mail: felipegarces23@yahoo.com (F. Garcés).


Recibido 16 septiembre 2011.

Aceptado 31 septiembre 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu.2011.03.04

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Indizada o resumida en:

           

  

      

            

    

     

   

                             

 

Licencia de Creative Commons Scientia Agropecuaria revista de la Universidad Nacional de Trujillo publica sus contenidos bajo licencia Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 3.0.

ISSN: 2306-6741 (electrónico); 2077-9917 (impreso)
DOIhttp://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu

Dirección: Av Juan Pablo II s/n. Ciudad Universitaria. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Universidad Nacional de Trujillo. Trujillo, Perú.
Contactosci.agropecu@unitru.edu.pe