Perdas na colheita mecanizada de algodão

Rouverson Pereira da Silva, Ivan Cardoso Ferreira, Marcelo Tufaile Cassia

Resumen


A colheita mecanizada de algodão é extremamente vantajosa em relação à colheita manual, principalmente pelo fato dos custos operacionais serem reduzidos e de a operacionalização proporcionar o cultivo em grande escala. Porém, quando a operação não é realizada seguindo critérios de qualidade, pode acarretar perdas e, conseqüentemente, a redução de lucros do produtor. O presente trabalho teve como objetivo a quantificação das perdas na colheita de algodão em caroço no município de Ipameri-GO, em experimento conduzido em três propriedades produtoras de algodão, sendo utilizado o delineamento experimental inteiramente casualizado com 10 repetições. Nas três propriedades estudadas as perdas no solo sobressaíram-se sobre as perdas na planta, representando em média 59% das perdas totais. As perdas totais médias encontradas foram de 5.1%, 3.5% e 7.5% respectivamente para as três propriedades, permanecendo dentro do limite considerado como aceitável.


Palabras clave


Gossypium arboreum L., colhedoras de algodão, perdas quantitativas, qualidade de sementes, qualidade na colheita

Texto completo:

PDF

Referencias


Beltrão, N.E.M.; Souza, J.G. 1999. Fitologia do algodão herbáceo. In: Beltrão, N.E.M. O agronegócio do algodão no Brasil. Embrapa. Brasília, Brasil.

Campos, M.A.O.; Silva, R.P.; Mesquita, H.C.B.; Zabani, S. 2005. Perdas na colheita mecanizada de soja no Estado de Minas Gerais. Engenharia Agrícola 25: 207-213.

Carvalho, L.H.; Cia, E.; Fuzatto, M.G. 1984. Eficiência da colheita mecânica em variedades paulistas de algodeiro. Bragantia 43: 579-589.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. 2006. Colheita. Disponível em: http://sistemasdeproducao. cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Algodao/AlgodaoCerrado/index.htm

Freire, E.C.; Boldt, A.F.; Oliveira, L.C.; Andrade, F.P. 1995. Perdas na colheita do algodão em Mato Grosso. In: VII Reunião Nacional do Algodão 8. IAPAR, Londrina.

Khalilian, A.; Sullivan, M.J.; Meuller, J.D. 1999. Increasing picker efficienceby using a boll saver attachmente. The Journal of Cotton Science 3: 122–125.

Mesquita, C.M.; Costa, N.P.; Pereira, J.E.; Maurina, A.C.; Andrade, J.G. 2001. Perfil da colheita mecânica da soja no Brasil: perdas e qualidades físicas do grão relacionadas à características operacionais. In: Congresso Brasileiro de Engenharia Agrícola 30. Foz do Iguaçu, Brasil.

Nogueira, L.S.; Silva, V.R. 1993. Avaliação de perdas na colheita mecanizada do algodoeiro no Mato Grosso. VII Reunião Nacional do Algodão. Cuiabá, Brasil.

Rangel, L.E.P.; Silva, O.R.; Menezes, V.L. 2003. Avaliação de perdas na colheita mecânica em dez variedades de algodão. In: Congresso Brasileiro de Algodão 4. Goiânia, Brasil.

Santos, J.B.; Freire, E.C.; Pedrosa, M.B.; Silva Filho, J.L.; Ferreira, G.B.; Tavares, J.A.; Alencar, A.R.; Evangelista, R.C.C.; Oliveira, W.P. 2005. Avaliação da Perda em Produtividade de Cultivares de Algodoeiro em Função da Colheita Mecanizada no Oeste da Bahia. In: Congresso Brasileiro de Algodão 5. Salvador, Brasil.

Silva, R.P.; Souza, F.G.; Cortez, J.W.; Furlani, C.E.A.; Vigna, G.P. 2007. Variabilidade espacial e controle estatístico do processo de perdas na colheita mecanizada do algodoeiro. Engenharia Agrícola 27: 742-752.

Vieira, C.P.; Cunha, L.J.C.; Zófoli, R.C. 2001. Colheita. In: Embrapa Agropecuária Oeste. Algodão tecnologia de produção. Embrapa Agropecuária Oeste. Dourados, Brasil.

Vieira, S.R.; Millete, J.; Topp, G.C.; Reynolds, W.D. Handbook for geoestatical analysis of variability in Soil and climate data. In: Alvarez V.V.H.; Schaefer, C.E.G.R.; Barros, N.F.; Mello, J.W.V.; Costa, L.M. (Ed.) Tópicos em ciência do solo. Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2002. v.2, p.1-45.


* Autor para correspondencia.

E-mail: rouverson@fcav.unesp.br (R. Pereira).


Recibido 22 enero 2011.

Aceptado 14 marzo 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu.2011.01.01

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Indizada o resumida en:

           

  

      

            

    

     

   

                             

 

Licencia de Creative Commons Scientia Agropecuaria revista de la Universidad Nacional de Trujillo publica sus contenidos bajo licencia Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 3.0.

ISSN: 2306-6741 (electrónico); 2077-9917 (impreso)
DOIhttp://dx.doi.org/10.17268/sci.agropecu

Dirección: Av Juan Pablo II s/n. Ciudad Universitaria. Facultad de Ciencias Agropecuarias. Universidad Nacional de Trujillo. Trujillo, Perú.
Contactosci.agropecu@unitru.edu.pe